Análise da Competitividade entre Hospitais a partir do Fluxo de Pacientes no DRS-XIII

Da aprendis
Revisão das 00h17min de 20 de dezembro de 2016 por Maria João Simões (Discussão | contribs)

(dif) ← Revisão anterior | Revisão atual (dif) | Revisão seguinte → (dif)
Ir para: navegação, pesquisa
Análise da Competitividade entre Hospitais a partir do Fluxo de Pacientes no DRS-XIII
Autor Natália Santana Chiari
Orientador Domingos Alves
Co-Orientador
Tipo de Dissertação Dissertação de Mestrado
Data de Entrega 2014
URL
Palavras-chave Competitividade hospitalar, Sistema de informação em saúde, Gestão em saúde
Resumo

Introdução: O processamento automático de dados hospitalares tem uma grande importância nas tomadas de decisão em ambientes de saúde. Gestores e profissionais dessa área podem utilizar ferramentas e sistemas de informação que facilitem a visualização e análise destes dados.


Objetivo: O objetivo deste trabalho foi propor uma metodologia de análise que auxiliasse estes profissionais da saúde na gerência de dados hospitalares. Particularmente, esta nova abordagem foi o estudo e a inserção de uma estatística de segunda ordem, que é o caso da competição entre hospitais, no Portal Web do Observatório Regional de Atenção Hospitalar, que tem como objetivo divulgar informações estatísticas de assistência hospitalar.


Métodos: Foi desenvolvida uma ferramenta para expressar a competitividade entre dois hospitais a partir da medida de Aproximação Relacional proposta por Min-Woong Sohn.


Resultados: Os resultados mostraram que a ferramenta desenvolvida não só permitiu que fosse realizada uma classificação dos hospitais do DRS-XIII com relação à força competitiva exercida por cada um deles no mercado hospitalar, como ainda possibilitou uma maior exploração da medida proposta por Sohn. Isso se deve ao fato da ferramenta disponibilizar aos usuários um conjunto de filtros que permitem a realização de diversas consultas em tempo real.


Conclusão: Essa característica contribuiu para a identificação de importantes fenômenos que não seriam reconhecidos no método tradicional.