Diferenças entre edições de "IHE"

Da aprendis
Ir para: navegação, pesquisa
m
Linha 6: Linha 6:
  
 
O IHE promove a utilização coordenada de normas como [[ISO]], [[DICOM]], [[LOINC]], [[OASIS]], [[HL7]], etc. para atender às necessidades clínicas específicas de apoio ao cuidado do paciente.
 
O IHE promove a utilização coordenada de normas como [[ISO]], [[DICOM]], [[LOINC]], [[OASIS]], [[HL7]], etc. para atender às necessidades clínicas específicas de apoio ao cuidado do paciente.
 
=Desenho do IHE=
 
  
 
=Domíniosdo IHE=
 
=Domíniosdo IHE=
Linha 53: Linha 51:
  
 
==Farmacia==
 
==Farmacia==
 +
Em termos geral o processo de negócio de medicação consiste em 4 grandes áreas que devem ser conectadas.
 +
Prescrição da medicação: Na maioria dos casos quando o profissional de saúde ou especialista toma a decisão de indicar ao paciente uma medicação.
 +
O processo em que um HCP (normalmente um HCP diferente do que o prescritor, na maioria dos casos, mas não necessariamente sempre, um farmacêutico) tomar na prescrição e controlos contra o conhecimento farmacêutico e regulação. No resultado positivo da validação o farmacêutico decide a que medicação específica a prescrição conduzirá e colocará essa medicação à disposição do paciente. Registros são mantidos então da especificação da medicação dispensada (marca, tipos, forma, qualidade).
 +
O processo em que um HCP (normalmente um HCP diferente do que o prescritor, na maioria dos casos, mas não necessariamente sempre, um farmacêutico) tomar na prescrição e dispensa a medicação física. Mediante a dispensa de nós e da atribuição de um medicamento para um determinado paciente, incluindo as ações necessárias que levam a que a dispensação (gestão de estoque e fornecimento de medicamentos incluídos) é mantido registro da especificação do medicamento dispensado (marca, tipo, Forma, qualidade). Em muitos casos, o dispensador tem o direito de alterar a prescrição (mudar a marca da medicação), ou rejeitar a prescrição e informar o prescritor sobre esta rejeição. Variação aqui pode existir de sistema de saúde para sistema de saúde dispensas múltiplas por prescrição são permitidos.
 +
4 O processo no qual a medicação é geralmente administrada ao doente. Aqui, o ator humano normalmente é o paciente um membro da família ou uma enfermeira.
 +
 +
 +
O Ciclo termina quando (na maioria dos casos) Pelo fato de que o prescritor tomar conhecimento do resultado da medicação, um sim ou não decide sobre ação adicional. Este processo clínico está fora do âmbito atual deste documento, como é o processo clínico que conduz à prescrição no início.
  
 
==Qualidade, Pesquisa e Saúde Pública==
 
==Qualidade, Pesquisa e Saúde Pública==
  
 
==Oncologia de Radiação==
 
==Oncologia de Radiação==
Oferecem uma linguagem comum que profissionais de saúde e fornecedores podem usar para discutir as necessidades de integração das empresas de saúde e as capacidades de integração dos sistemas de informação em termos precisos.
 
Os perfis de conteúdo definem como o conteúdo usado em uma transação é estruturado. Cada transação é vista como tendo dois componentes, uma carga útil, que é a maior parte da informação sendo transportada e metadados que descreve essa carga útil.
 
  
A vinculação do conteúdo a uma transação IHE especifica como essa carga útil influencia os metadados da transação. Módulos de conteúdo O perfil de conteúdo, em seguida, definir as cargas. Os módulos de conteúdo são neutros em termos de transacção, uma vez que o que descrevem é independente da transacção em que são utilizados, enquanto que as ligações de conteúdo explicam como a carga útil influencia os metadados da transacção. Cada perfil de integração IHE é definido por:
 
 
Espera-se que os Perfis de Integração de Conteúdo sejam usados ​​em ambientes onde os consultórios médicos e hospitais tenham uma infra-estrutura coordenada que sirva as necessidades de compartilhamento de informações desta comunidade de atendimento. Vários mecanismos são suportados pelos perfis IHE:
 
 
Uma infraestrutura baseada em repositório / repositório é definida pelo XDS (IHE) e outros perfis de integração do IHE, como identificação de pacientes (PIX & PDQ) e notificação de disponibilidade de documentos (NAV).Uma infra-estrutura baseada em mídia é definida pelo perfil de intercâmbio de mídia de documentos (XDM) do IHE. Uma infra-estrutura confiável baseada em mensagens é definida pelo perfil de intercâmbio confiável de documentos (XDR) do IHE. Todas estas infra-estruturas suportam Segurança e Privacidade através da utilização dos perfis de Tempo Consistente (CT) e Audit Trail e Node Authentication (ATNA). Essa infra-estrutura é assumida pelos casos de uso que se concentram no contexto para definir o conteúdo de informações clínicas específicas para este perfil. Esses perfis de integração de conteúdo usam transações semelhantes e diferem apenas no conteúdo trocado. Um fluxo de processo para esses casos de uso usando o Compartilhamento de Documentos entre Empresas (XDS) e Notificação de Disponibilidade de Documentos (NAV) é mostrado na figura abaixo. Outros fluxos de processo são possíveis usando XDM e / ou XDR.
 
  
 
==Radiologia==
 
==Radiologia==
 
Uma das aplicações mais significativas da tecnologia de informação em saúde é o intercâmbio de informações de saúde entre diferentes sistemas de informação clínica e outros prestadores de cuidados não afiliados. Em todo o mundo, várias comunidades desenvolveram ou estão desenvolvendo métodos para trocar informações de saúde entre profissionais de saúde, pacientes e outras partes autorizadas.
 
Uma das aplicações mais significativas da tecnologia de informação em saúde é o intercâmbio de informações de saúde entre diferentes sistemas de informação clínica e outros prestadores de cuidados não afiliados. Em todo o mundo, várias comunidades desenvolveram ou estão desenvolvendo métodos para trocar informações de saúde entre profissionais de saúde, pacientes e outras partes autorizadas.
  
O IHE permite a partilha interoperável de documentos, mas assume que esta partilha ocorre sob uma estrutura de gestão de partilha de documentos acordada por todas as partes envolvidas. A estrutura de governação aborda todas as questões políticas necessárias para permitir a partilha de documentos; Formato de conteúdo e codificação; E outras características operacionais. Os perfis de IHE são projetados para serem agnósticos para governança e política, enquanto também estão sendo projetados para apoiar e impor essas escolhas de governança e políticas.
+
 
  
  

Revisão das 21h51min de 4 de abril de 2017

IHE
Designação IHE
Sigla
Ano de Criação
Entidade Criadora
Entidade Gestora
Versão Atual
Área(s) de Aplicação Interoperabilidade

O IHE é uma iniciativa dos profissionais de saúde e da indústria para melhorar os sistemas de informação na saúde, compartilhando informação de uma forma consistente. É muito importante notar que o IHE se concentra apenas na interoperabilidade e não tenta resolver todos os problemas envolvidos na troca de informações de saúde. Essas soluções devem ser conectadas a uma arquitetura projetada e executada pelas próprias comunidades de intercâmbio.

O IHE promove a utilização coordenada de normas como ISO, DICOM, LOINC, OASIS, HL7, etc. para atender às necessidades clínicas específicas de apoio ao cuidado do paciente.

Domíniosdo IHE

As normas IE são organizadas por domínios clínicos e operacionais. Em cada domínio, os usuários com experiência clínica e operacional identificam as prioridades de integração e compartilhamento de informações e os fornecedores de sistemas informação desenvolvem soluções consensuais e baseadas em padrões para atendê-las. Cada domínio desenvolve e mantém seu próprio conjunto de documentos.


  • Cardiologia
  • Dental
  • Cuidados com os olhos
  • Infraestrutura de TI
  • Patologia e Medicina de Laboratório
  • Coordenação do Cuidado do Paciente
  • Dispositivo de assistência ao paciente
  • Farmacia
  • Qualidade, Pesquisa e Saúde Pública
  • Oncologia de Radiação
  • Radiologia


Cardiologia

Dental

uidados com os olhos

Infraestrutura de TI

Patologia e Medicina de Laboratório

Coordenação do Cuidado do Paciente

Dispositivo de assistência ao paciente

Farmacia

Em termos geral o processo de negócio de medicação consiste em 4 grandes áreas que devem ser conectadas. Prescrição da medicação: Na maioria dos casos quando o profissional de saúde ou especialista toma a decisão de indicar ao paciente uma medicação. O processo em que um HCP (normalmente um HCP diferente do que o prescritor, na maioria dos casos, mas não necessariamente sempre, um farmacêutico) tomar na prescrição e controlos contra o conhecimento farmacêutico e regulação. No resultado positivo da validação o farmacêutico decide a que medicação específica a prescrição conduzirá e colocará essa medicação à disposição do paciente. Registros são mantidos então da especificação da medicação dispensada (marca, tipos, forma, qualidade). O processo em que um HCP (normalmente um HCP diferente do que o prescritor, na maioria dos casos, mas não necessariamente sempre, um farmacêutico) tomar na prescrição e dispensa a medicação física. Mediante a dispensa de nós e da atribuição de um medicamento para um determinado paciente, incluindo as ações necessárias que levam a que a dispensação (gestão de estoque e fornecimento de medicamentos incluídos) é mantido registro da especificação do medicamento dispensado (marca, tipo, Forma, qualidade). Em muitos casos, o dispensador tem o direito de alterar a prescrição (mudar a marca da medicação), ou rejeitar a prescrição e informar o prescritor sobre esta rejeição. Variação aqui pode existir de sistema de saúde para sistema de saúde dispensas múltiplas por prescrição são permitidos. 4 O processo no qual a medicação é geralmente administrada ao doente. Aqui, o ator humano normalmente é o paciente um membro da família ou uma enfermeira.


O Ciclo termina quando (na maioria dos casos) Pelo fato de que o prescritor tomar conhecimento do resultado da medicação, um sim ou não decide sobre ação adicional. Este processo clínico está fora do âmbito atual deste documento, como é o processo clínico que conduz à prescrição no início.

Qualidade, Pesquisa e Saúde Pública

Oncologia de Radiação

Radiologia

Uma das aplicações mais significativas da tecnologia de informação em saúde é o intercâmbio de informações de saúde entre diferentes sistemas de informação clínica e outros prestadores de cuidados não afiliados. Em todo o mundo, várias comunidades desenvolveram ou estão desenvolvendo métodos para trocar informações de saúde entre profissionais de saúde, pacientes e outras partes autorizadas.



Referências

  1. IHE Portugal. http://www.ihe.pt
  2. IHE International - http://www.ihe.net