O Teste do Coraçãozinho

Da aprendis
Revisão das 20h56min de 10 de outubro de 2016 por Acbuenos (Discussão | contribs)

(dif) ← Revisão anterior | Revisão atual (dif) | Revisão seguinte → (dif)
Ir para: navegação, pesquisa

TESTE DO CORAÇÃOZINHO

O Teste do coraçãozinho ou triagem neonatal por oximetria de pulso tornou-se obrigatória no Brasil desde 2014, através da Portaria N° 20, de 10 de junho de 2014, publicada no Diário Oficial da União 110, 11 de junho de 2014, pg 56. 1 Esse teste visa a triagem de recém nascidos, saudáveis, com idade gestacional acima de 34 semanas para a identificação de crianças com cardiopatias congênitas críticas antes da alta da maternidade.1-3

Segundo revisão bibliográfica da sociedade brasileira de pediatria, esse tipo de cardiopatia atinge em torno de 1 a 2 de cada 1000 nascidos vivos, e 30% dessas crianças não recebem o diagnóstico na maternidade, evoluindo para choque, hipóxia ou óbito precoce, antes de receber o tratamento adequado. 1-2 As cardiopatias congênitas críticas são consideradas as cardiopatias congênitas onde a apresentação clínica decorre do fechamento ou restrição do canal arterial (cardiopatias canal-dependentes), divididas em três grupos: 1-2 • Cardiopatias com fluxo pulmonar dependente do canal arterial: atresia pulmonar e similares