SClinico

Da aprendis
Revisão das 20h05min de 17 de abril de 2016 por Josepagueda (Discussão | contribs)

Ir para: navegação, pesquisa
SClinico
Sigla
Designação SClinico
Data de Lançamento 2013
Entidade Criadora Serviços Partilhados do Ministério da Saúde, EPE
Entidade Gestora Serviços Partilhados do Ministério da Saúde, EPE / Administração Central do Sistemas de Saúde, IP
Versão Atual
Requisitos Técnicos
Tipo de Licenciamento
Arquitetura
Sistema Operativo
Especialidade Médica
Utilizadores Principais
Função Registo clínico eletrónico do cuidados de saúde primários e secundários


Introdução

O SClínico® é o um sistema informático evolutivo desenvolvido pelos Serviços Partilhados do Ministério da Saúde (SPMS), que agrega o Sistema de Apoio ao Médico (SAM) e o Sistema de Apoio à Prática de Enfermagem (SAPE).[1] O sistema de base de dados é desenvolvido em Oracle, denominando-se Sonho. A nível hospitalar encontra-se na sua versão “Sonho V2”, enquanto a nível dos cuidados de saúde primários, o SINUS, devido a sua tecnologia absoluta, foi substituído pelo “SONHO-CSP”.[2]

O desenvolvimento do SClínico® pelo Ministério da Saúde tem como objetivo a uniformização do registo clínico eletrónico, de forma a existir uma normalização da informação recolhida.[1]

O SClínico® tem duas versões em que o interface é diferente de forma a responder melhor as necessidade dos médicos conforme o seu local de trabalho. Desta forma, foi desenvolvido o SClínico Hospitalar que se encontra instalado em mais de 50 Centros Hospitalares, Misericórdias e Institutos e o SClínico Cuidados de Saúde Primários que está presente em mais de 300 unidades funcionais, principalmente na região norte do país.[1]

Lançamento

O lançamento do SClínico® foi no dia 25 de Setembro de 2013 no Auditório do Hospital Pediátrico de Coimbra. Teve como principais inovações a integração do SAM e do SAPE num único software, a redimensão do ecrã (evoluindo de 88x660 para uma resolução máximo de 982x594) e alteração do layout (imagem 1). Contudo, a estrutura principal de cada ecrã, bem como as funcionalidades existentes não sofreram qualquer alteração. Na nova versão as cores predominantes são o azul e o cinzento. Outras novidades na apresentação foram a possibilidade da nota de alta integrada com a informação médica e de enfermagem numa só, ao invés de dois documentos distintos como anteriormente, bem como adicionar o eBoletim e a Plataforma de Dados em Saúde. Com esta actualização foi também possível realizar a integração da Prescrição Médica Eletrónica (PEM), Prescrição de Cuidados Respiratórios Domiciliários (PCRD), Sistema de Informação de Acompanhamento dos Doentes com HIV/Sida (SI-VIDA).[3]

SClinico Hospitalar

A versão SClínico Hospitalar conta com vários módulos. Os módulos que já existiam existentes na versão SAM[4]:

  • Módulo de Urgência
  • Módulo de Consulta Externa
  • Módulo de Internamento
  • Módulo de Bloco Operatório
  • Módulo de Hospital de Dia
  • Processo Clínico Electrónico

Módulos acrescentados pelo SClínico®:

  • Módulo MCDT’s
  • Módulo Cirurgia Segura
  • Notícia de nascimento/eBoletim
  • Módulo de triagem (Triagem Manchester)
  • Módulo de impressões/Listagens
  • Módulo de Administração de sistema

O módulo de urgência foi reformulado, surgindo uma nova versão (Modulo de urgência SClínico) no dia 1 de Abril de 2014. O primeiro hospital em que foi instalado foi no Centro Hospitalar do Médio Ave o que permitiu a integração da informação entre o Serviço de Urgência de Famalicão e de Santo Tirso. Permite realizar todos os procedimentos referentes à urgência, desde a admissão até a alta. Faz a recolha de informação sobre hora e local de atendimento, especialidades e profissionais envolvidos e de atos prescritos e realizados.[5]